Pra quem sempre fugiu do amor...

                        

     Estava aqui fazendo uma limpa nos meus favoritos do computador quando me deparei com um texto do site da Isabela Freitas (www.isabelafreitas.com.br) que eu havia favoritado em um momento de fraqueza. O título é "Um desabafo de quem sempre fugiu do amor" (por Wesley Néry). Aqui vai uma prévia. Recomendo a leitura à todas vocês que como eu, se acham donas de um espírito livre e indomável. Rs. 

"O compromisso com o descompromisso sempre foi o ponto forte da minha vida. Acho que por nunca ter dado certo em relacionamentos, preferi não mais dar tanta liberdade ao meu coração a ponto de fazer doer e lagrimar de novo. Gostava de ser livre. Sem dívidas de explicações, ou comunicados, ou preocupações, ou amorzinho exagerado. Eu era feito da ideia errada de que amor era problema.(...)"

     Não digo que isso mudou minha idéia sobre o amor. Na verdade, enquanto eu não achar alguém que balance a minha vida e me prove o contrário, vou continuar preferindo a total liberdade do meu coração. Mas com toda certeza, esse texto me deu esperança de que ainda irei achar um amor verdadeiro, alguém que não só me ame do jeito que sou, mas que me ensine a gostar de coisas diferentes e me torne uma pessoa melhor.
Dá uma espiadinha no parágrafo final e depois corre lá no link pra ler tudo, vale a pena!
      http://isabelafreitas.com.br/2014/01/02/um-desabafo-de-quem-sempre-fugiu-do-amor/

"Não caia nessa furada de dizer que não nasceu para amar, esta é a maior tolice que podemos verbalizar. Afinal, todo mundo uma hora sente falta de um beijo com sentimento, de um cafuné que tira arrepios e de uma boa companhia pra dividir um filme. Amar é a maior gentileza que o ser humano carrega no peito. Porque amar é ser humilde consigo e com quem se ama."

Beijos beijos e don't give up on love!

Na cozinha: batata recheada

                         

     Hello gente! Esse post vai para aquelas que, assim como eu, não dominam o dom da culinária hahaha Se trata de batata recheada... Feita no microondas! Tcharam! Nada mais simples. 
     Você vai precisar de uma (ou mais) batata(s), um recipiente que possa ser colocado no microondas, requeijão + recheios de sua escolha.

1 - Escolha e lave uma batata de um tamanho razoável 
2 - Coloque a batata num recipiente próprio pra microondas e esquente por 6 minutos
3- Com um garfo (pra não se queimar), vire de lado a batata e esquente por mais 6 minutos
4- Retire (com uma luva ou pano) o recipiente do microondas e corte fora uma "tampa" da batata
5- Com uma colher, retire cuidadosamente o recheio da batata e coloque numa tigelinha
6- Misture o recheio da batata com umas 2 ou 3 colheres de sopa de requeijão, e depois com o recheio de sua escolha {eu coloquei presunto picado, queijo mussarela e gorgonzola)
7- Depois de misturado, coloque o recheio de volta dentro da batata e esquente por mais 2 minutos
8- BON APPETIT!

     Eu fiz ontem à noite e ficou uma delicia! Espero que gostem :*

   

Leituras



Gente, para tudo! Eu não sou daquelas que devoram livros em pouco dias, na verdade poucos livros já conseguiram me cativar (entre eles, Eu Sou Alice, por Melanie Benjamin). Mas depois de ver o Instagram dessa menina, @blueeyedbiblio, deu é vontade de ler todos esses... pra já! A paixão dela por livros rendeu mais de 40 mil followers, e recentemente ela compartilhou os favoritos com a revista Seventeen. Selecionei os 3 que mais me chamaram a atenção. Dá uma olhada:

Fangirl por Rainbow Rowell - "Um livro sobre adaptação, se sentir de fora e como lidar com mudanças e coisas que te preocupam; Fangirl é um livro que toda garota deveria ler antes de enfrentar a vida"


Speak por Laurie Halse Anderson - "Conta a história de uma adolescente que ficou depressiva após algo horrível acontecer à ela em uma festa. A história é muito 'crua' e emocional, e é sobre algo que toda garota precisa ouvir." (Gente eu comecei a ler esse quando estava estudando no Canadá e adorei, mas não tive a chance de terminar a leitura... Mas pelo o que eu li, vale muito à pena!)


Just One Day por Gayle Forman - "Começa parecendo um romance mas vira uma história sobre conhecimento próprio e o que você pode alcançar quando põe pressão sobre si mesma."

Então, a lista da revista Seventeen tem 17 livros recomendados por essa menina, Emily Ables (@blueeyedbiblio). Selecionei esses três porque ao meu ver abordam temas muito importantes pra qualquer garota se sentir forte! E pra quem quer ver a lista completa, aqui vai o link (em inglês): http://www.seventeen.com/life/a29176/17-books-every-girl-should-read-before-shes-17/

Mente ocupada, corpo dos sonhos

     
                                       


     É inevitável: se você fica muito tempo à toa, terá tempo de sobra pra pensar no que não deveria.  O truque é se manter ocupada. Investir tempo em você mesma. E me baseando nessa lógica que eu decidi, amanhã é dia de começar a malhar! Investir um tempinho do meu dia pra aumentar minha autoestima, why not?! Baixei um app ma-ra-vi-lho-so da Nike, o Nike Training. Tem centenas de exercícios explicados por videos e imagens, você so precisa escolher uma categoria e começar já! As categorias que mais gostei foram "beach legs", "squat machine" e "dream abs". Sim os resultados não aparecem na hora, mas quanto mais cedo você começar, mais cedo verá mudanças. Começar agora pra ficar gatona até o ano novo, vamos nessa?! 
     #NowPlaying 7/11 - Beyoncé

Nobody ever said it would be so hard.

     
                         
     Já estava há 4 meses sem pensar nele. Quatro meses sem me culpar pelo nosso fim. Quatro meses sem chorar antes de dormir. Sem sentir a falta dele. Sem sentir falta do senso de humor ridículo que só ele tem. E agora estou aqui, sentada na cama ouvindo "Breathe Me" da Sia e chorando sem parar. O que houve pra eu voltar à estaca zero?! Não tenho certeza, mas provavelmente é a solidão que me assombra. Essa solidão de estar rodeada de gente mas me sentindo sozinha, eis a pior sensação que já tive. Parece que a aflição é interminável. Como eu deveria ficar vendo ele tão feliz com outra e sem sentir minha falta? A sensação é LITERALMENTE de alguém enfiando uma estaca no meu peito. Mas se eu superei ele uma vez, por que não posso superar de novo? Cabeça pra cima e vamos nessa, garota. I'll tell you how I do.

Introdução

     
Oi eu sou a Mari e por enquanto isso é o máximo que vou dizer sobre mim hehe. O motivo de fazer um blog? Bom, eu gosto de escrever, mas costumo escrever só pra mim... E com os meus sentimentos eu faço a mesma coisa, não exponho pros outros. E desse peso de guardar tudo pra mim que veio a ideia de criar um blog. Colocar meus pensamentos e medos pra fora. Vamos ver como será isso! Ok... voltando à introdução. 
     Eu sou a Mari e estou prestes a fazer vestibular pra Arquitetura. Eu sempre fui aquela aluna mediana na escola, nunca dei muita atenção aos estudos. Pelo contrário, a escola sempre me causou aflição. Minha timidez sempre me fez refém, fazendo eu ter medo de me socializar com as pessoas e elas não gostarem de mim. Então a escola foi pra mim nada mais do que uma obrigação chata. Apesar de ser super tímida, adoro ir pra balada, bar; enfim, qualquer rolé que aparecer eu topo! hahaha Mas tenho um círculo de amizades super restrito, porque numa cidade como a minha em que todo mundo se conhece, qualquer detalhe pessoal na boca da pessoa errada vira fofoca.. Enfim, por enquanto é só isso mesmo.          
Beijos Beijos, M.